DEFENSIVOS AGRÍCOLAS BASF SA DEFENSIVOS AGRÍCOLAS BASF SA
 
COMPOSIÇÃO
1-(3,5-dichloro-2,4-difl uorophenyl)-3-(2,6-difl uorobenzoyl)-urea (Teflubenzuron) --- 150 g/L (15,0% m/v)
Ingredientes inertes -------- 953 g/L (95,3% m/v)
 
 
FORMULAÇÃO
Suspensão Concentrada (SC)
 
 
GRUPO QUÍMICO
Benzoiluréia
 
 
CLASSE TOXICOLÓGICA
IV - Pouco tóxico
 
Cultura Nomenclatura binomial Nome Comum Descrição
Batata Phthorimaea operculella Traça da batatinha Doses de produto comercial mL/ha: 150 a 250
Doses de produto comercial mL/100L de água: 25
Nº máximo de aplicações: 3
Utilizar de 600 a 1000 litros de calda por hectare de acordo com desenvolvimento da cultura, perfazendo a dose de 150 a 250 mL/ha do produto comercial.
Café Leucoptera coffeella Bicho mineiro
do café
**Doses de produto comercial mL/ha: 250
Nº máximo de aplicações: 2
Milho Spodoptera frugiperda Lagarta do cartucho Dose: 50 a 100ml/ha do produto comercial
Soja Anticarsia gemmatalis Lagarta da soja Doses de produto comercial mL/ha: 50
Nº máximo de aplicações: 2
Tomate Phthorimaea operculella Traça da batatinha Doses de produto comercial mL/100L de água: 25
Nº máximo de aplicações: 3
Utilizar de 600 a 2000 litros de calda por hectare de acordo com o desenvolvimento da cultura.
Tomate Tuta absoluta Traça do tomateiro Doses de produto comercial mL/100L de água: 25
Nº máximo de aplicações: 3
Utilizar de 600 a 2000 litros de calda por hectare de acordo com o desenvolvimento da cultura.
Tomate Bemisia tabaci Mosca branca Doses de produto comercial mL/100L de água: 25
Nº máximo de aplicações: 3
Utilizar de 600 a 2000 litros de calda por hectare de acordo com o desenvolvimento da cultura.
Para MOSCA BRANCA, aplicar preventivamente com intervalo de 5 dias.
Algodão Alabama argillacea Curuquerê Doses de produto comercial mL/ha: 50
Nº máximo de aplicações: 3
Fumo Phthorimaea operculella Traça da batatinha Doses de produto comercial mL/ha: 250* - 350
Nº máximo de aplicações: 2
Utilizar um volume de calda sufi ciente para uma boa cobertura das plantas. Iniciar para tratamento preventivamente, quando do aparecimento dos primeiros repetindo com intervalo de 14 dias se necessário.
Repolho Plutella xylostella Traça das cruciferas Doses de produto comercial mL/100L de água: 25
Nº máximo de aplicações: 3
Utilizar de 400 a 1000 litros de calda por hectare de acordo com o desenvolvimento da cultura.
Milho Doce Spodoptera frugiperda Lagarta do cartucho Doses de produto comercial mL/ha: 50-100
Nº máximo de aplicações: 2










 

 
* Adicionar óleo mineral Assist ® na dose de 0,5% na calda de pulverização.
Observações: 1 Litro de Nomolt ® 150 corresponde a 150 g/L de Teflubenzuron.
** Restrição de uso temporária no Estado do Paraná.

MODO DE APLICAÇÃO

Diluir as doses recomendadas por hectare, na quantidade de água necessária para uma aplicação uniforme, em baixo volume (5 - 50 litros/ha) ou um volume normal (de 100 a 400 litros por hectare), considerando o equipamento disponível na propriedade.

Pode ser aplicado por via terrestre utilizando pulverizadores: tratorizado de barra, tratorizado com turbo-atomizador, costal manual ou motorizado, usando-se bicos de jato cônico com ponta e difusor adequados ou com bicos rotativos (CDA) produzindo 30-50 gotas/cm2 e de VMD de 250-400 micra, com pressão de 80-100 psi. Deve-se observar as condições climáticas ideais para a aplicação do produto, tais como:
Temperatura ambiente até 30°C;
Umidade relativa do ar no mínimo de 60%;
Velocidade do vento de no máximo 10 km/h.

Para aplicações via aérea nas culturas soja e algodão, além dos cuidados normais empregados nas aplicações de inseticidas, utilizar um volume de calda de 20 a 40 L/ha, ângulo dos bicos em relação à linha de vôo da aeronave de 45 graus. Aplicar somente com barra e bicos adequados para aplicação aérea e pressão de trabalho de 15 a 30 psi. Deve-se observar as condições climáticas ideais para a aplicação via aérea do produto, tais como:
Temperatura ambiente até 30°C;
Umidade relativa do ar no mínimo de 60%;
Velocidade do vento de no máximo 7 km/h;
Altura do vôo: 3 a 4 metros da cultura.

A aplicação poderá ser feita fora das condições acima descritas a critério do Engenheiro Agrônomo, evitando sempre a deriva e perdas do produto por evaporação.
 

 
ÉPOCA DE APLICAÇÃO

Como os produtos reguladores de crescimento dos insetos e ácaros atuam na formação da quitina, interferindo no processo de muda ou ecdise, os melhores resultados são obtidos quando na aplicação destes produtos a maioria da população das pragas é jovem, em pleno processo de crescimento. Por conseguinte, a constatação da mortalidade das pragas demanda um certo espaço de tempo, atingindo a melhor eficiência num prazo de até 4 dias após a aplicação, mesmo sabendo que as pragas paralisam o processo de alimentação logo após a ingestão dos produtos.

Na cultura do algodão a aplicação deverá ser feita quando o número de lagartas atingir 2 lagartas/planta. Fazer no máximo 3 aplicações.

Na cultura da batata, iniciar o tratamento no aparecimento da praga. Quando necessário, reaplicar o produto utilizando de 600 a 1000 litros de calda por hectare. Fazer no máximo 3 aplicações.

Na cultura do café, a aplicação deverá ser iniciada quando atingir o nível de 20% de folhas com lagartas vivas. Fazer no máximo 2 aplicações.

Na cultura do fumo, iniciar as aplicações, quando houver presença das primeiras lagartas. Fazer no máximo 2 aplicações.

Na cultura do milho e milho doce, iniciar o tratamento no aparecimento da praga. Fazer no máximo 2 aplicações.

Na cultura do repolho, iniciar a aplicação, assim que houver o aparecimento das lagartas. Fazer no máximo 3 aplicações.

Na cultura da soja, iniciar a aplicação quando do início da incidência das lagartas. Fazer no máximo 2 aplicações.

Na cultura do tomate, iniciar o tratamento no aparecimento das pragas. Quando necessário, reaplicar com intervalo de uma semana. Fazer no máximo 3 aplicações.
 

 
MECANISMO DE AÇÃO

Nomolt ® 150 é um inseticida a base de Teflubenzurón, que age como regulador de crescimento inibindo a síntese bioquímica da quitina, que é o principal componente do exoesqueleto ou cutícula do inseto. A exigência de quitina é maior durante o processo de mudança de pele. Quando as lagartas entram em processo de muda de pele não é capaz de sintetizar a cutícula e morrem em poucos dias. As lagartas mais jovens são mais sensíveis.
Para se obter um ótimo controle, deve-se aplicar Nomolt ® 150 no início da infestação da praga. Fêmeas adultas expostas ao Nomolt ® 150 podem sobreviver e geralmente seus ovos são inférteis, diminuindo progressivamente a população.
 

INTERVALO DE SEGURANÇA / CARÊNCIA
 
Algodão - 30 dias
Batata - 7 dias
Café - 30 dias
Fumo - U.N.A. (unidade não alimentar)
Milho - 45 dias
Repolho - 14 dias
Soja - 30 dias
Tomate - 4 dias
 
 
INTERVALO DE REENTRADA NAS ÁREAS TRATADAS
Não entre na área em que o produto foi aplicado antes da secagem completa da calda (no mínimo 24 horas após a aplicação). Caso necessite entrar antes desse período, utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendados para o uso durante a aplicação.
 
 
RESTRIÇÃO DE USO
Não aplicar em presença de ventos fortes. Não misturar com produtos de reação fortemente alcalina bem como com qualquer outro agrotóxico.
 
 
MANEJO DE RESISTÊNCIA

INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO DE RESISTÊNCIA:
Qualquer agente de controle de pragas pode ficar menos efetivo ao longo do tempo devido ao desenvolvimento de resistência. O Comitê Brasileiro de Ação à Resistência a Inseticidas (IRAC/BR) recomenda as seguintes estratégias de manejo de resistência visando prolongar a vida útil dos inseticidas e acaricidas:
Qualquer produto para controle de pragas da mesma classe ou de mesmo modo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga.
Utilizar somente as doses recomendadas no rótulo/bula.
Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para orientação sobre as recomendações locais para o manejo de resistência.
Incluir outros métodos de controle de pragas (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do Programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados.
 
 
INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS
Incluir outros métodos de controle de pragas (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados.
 

 
Para solicitar preço de NOMOLT
preencha o formulário
  

Nome:

  Email:   Fone:
  Cidade:   Estado:
Mensagem: 

br.viarural.com > agricultura > defensivos agrícolas > Basf >

DEFENSIVOS AGRÍCOLAS BASF SA

AGRICULTURA CONSTRUÇÃO E PECUÁRIA NO BRASIL