RAÇAS DE CÃES

SAMOIEDA
Samoyed 
Samoyède    -    Samoyede 
Samoiedskaïa Sabaka

RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA 

ORIGEM
Rússia (Escandinávia). De acordo com estudos, esta raça é uma das mais antigas, pois descende com pureza, dos cães que acompanharam as migrações das tribos dos samoiedas, que viviam na Sibéria e cujas origens remontam à Pré-História.

A raça foi "descoberta" durante as primeiras expedições polares, a partir de 1870, empreendidas pelo norueguês Fridjof Nansen. Segundo essas fontes, o explorador teria ficado impressionado com a beleza dos cães e com sua força e resistência e, diante de tantas qualidades, chegou a utilizá-los nas suas viagens, assim como fizeram outros exploradores.

A criação "oficial" dos Samoiedas deve-se, em grande parte, ao esforço de um casal de cinófilos ingleses que apaixonaram-se pelo cão e por suas muitas qualidades, e que iniciaram a importação sistemática de exemplares para constituírem um padrão sólido e homogêneo.

A primeira apresentação oficial da raça aconteceu em 1893 e o primeiro clube foi fundado em 1920 e continua em funcionamento até hoje.

Apesar de domesticado, é um cão que cumpre exemplarmente suas funções enquanto animal de utilidade, em particular como guardião.

ASPECTO GERAL
De tamanho médio, elegante, um spitz ártico branco. Sua aparência dá a impressão de força, resistência, graça, elasticidade, dignidade e autoconfiança. A expressão chamada "sorriso do Samoieda" é formada por uma combinação do formato e posição dos olhos, e as comissuras labiais ligeiramente curvadas para cima. As características sexuais devem estar claramente definidas.

REGIÃO CRANIANA
Cabeça: poderosa e cuneiforme.
Crânio: visto de frente e de perfil, é ligeiramente convexo. Largo entre as orelhas. Sulco sagital entre os olhos ligeiramente visível.
Stop: claramente definido, mas não muito proeminente.

RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA
RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA REGIÃO FACIAL
Olhos: marrons escuros, bem inseridos nas órbitas, preferencialmente separados, ligeiramente oblíquos e de formato amendoado. A expressão é "sorridente", gentil, alerta e inteligente. As orlas das pálpebras são pretas.
Focinho: forte e profundo; de comprimento quase igual ao do crânio, afilando gradualmente até a trufa; nem pontiagudo nem pesado e quadrado. Cana nasal reta.
Trufa: bem desenvolvida. A linha dos lábios é levemente recurvada nas comissuras, criando o característico sorriso de Samoieda.
Lábios: bem ajustados, pretos e preferencialmente cheios. As comissuras labiais são ligeiramente curvadas para cima, modelando o característico "sorriso do samoieda".
Bochecha: padrão não comenta.
Dentes/ Mordedura: mordedura em tesoura, regular e completa. Dentes e maxilares fortes. Dentição normal.
Orelhas: eretas, mais para pequenas, espessas, triangulares e ligeiramente arredondadas nas pontas. Devem ter mobilidade; inseridas altas; devido à largura do crânio, bem separadas.
PESCOÇO
Forte e de comprimento médio, com um porte orgulhoso.

TRONCO
Linha superior: padrão não comenta.
Cernelha: claramente definida.
Dorso: de comprimento médio, musculoso e reto; nas fêmeas, ligeiramente mais longo que nos machos.
Peito: largo, profundo e longo, alcançando quase os cotovelos.
Costelas: bem arqueadas.
Ventre: moderadamente esgalgado.
Lombo: curto, muito forte e definido.
Garupa: bem cheia, forte, musculada e levemente inclinada.
RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA
RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA

CAUDA
Inserida mais para alta. Em atenção ou em movimento, é portada curvada da raiz para frente sobre o dorso ou lateral, mas pode, em repouso, ser portada pendente, chegando a alcançar o nível dos jarretes.

EXTREMIDADES ANTERIORES
Membros bem aprumados e musculosos, com ossatura forte. Vistos de frente, são retos e paralelos.
Ombros: longos, firmes e oblíquos.
Braços: oblíquos e bem ajustados ao tronco.
Cotovelos: bem ajustados ao tronco.
Antebraços: padrão não comenta.
Carpos: fortes, mas flexíveis.
Metacarpos: ligeiramente oblíquos.
Patas: ovais, com dedos longos, flexíveis e corretamente direcionados para frente. Dedos arqueados e de compactação não muito apertada. Almofadadas flexíveis.

EXTREMIDADES POSTERIORES
Vistos por trás, os membros apresentam-se aprumados, paralelos e fortemente musculados.
Coxas: musculosas, mais para largas e de comprimento médio.
Joelhos: bem angulados.
Pernas: padrão não comenta.
Metatarsos: curtos, fortes, verticais e paralelos.
Jarretes: preferencialmente baixos e bem angulados.
Patas: como as anteriores, os ergôs devem ser removidos.

RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA
MOVIMENTAÇÃO
Poderosa, livre, aparentemente incansável, com passadas longas. Bom alcance nos anteriores e boa propulsão dos posteriores.

PELE
Padrão não comenta.
RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA PELAGEM
Pêlos: profusos, espessos, flexível e pelagem polar densa. O Samoieda é um cão com pelagem
dupla, com subpêlo curto, denso e macio e o pêlo de externo mais longo, mais áspero e reto. O pêlo forma uma juba em torno do pescoço e sobre os ombros, emoldurando a cabeça, principalmente, nos machos. Na cabeça e nas faces anteriores dos membros, o pêlo é mais curto e liso; na face externa das orelhas, o pêlo é curto, hirsuto e liso. Na face interna das orelhas é bem guarnecido. Na parte traseira das coxas, o pêlo forma um culote. Nos espaços interdigitais, encontram-se os pêlos de proteção. A cauda é abundantemente revestida. Nas fêmeas, a pelagem é frequentemente mais curta e de textura mais suave do que nos machos. A correta textura da pelagem deve sempre ter um especial brilho cintilante.

COR
Branco puro, creme ou branco com biscoito (a cor de fundo deve ser branca com algumas marcas biscoito). Jamais deve dar a impressão de ser bege.

TAMANHO
A altura na cernelha ideal para os machos é 57 cm e para as fêmeas é 53 cm. Tolerância de +/- 3 cm em ambos casos.
Comprimento: aproximadamente, 5% maior do que a sua altura na cernelha.

RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA
PESO
Padrão não comenta.

PROPORÇÕES
O comprimento do tronco é, aproximadamente, 5% maior do que a sua altura na cernelha. A profundidade do tronco é ligeiramente menor do que a metade da altura na cernelha. O focinho é aproximadamente do mesmo comprimento que o crânio.
RAÇAS DE CÃES - SAMOIEDA TEMPERAMENTO/ COMPORTAMENTO
O Samoieda cativa principalmente por ser um animal de companhia bastante dócil e pela exuberante e bela pelagem. Aliás a sua docilidade sempre foi uma dos requisitos para a sua criação, já quando estavam sob a alçada da tribo Samoieda. Tudo indica que o cão dormia junto a seus donos para os aquecer nas noites frias da Sibéria.

Devido ao baixo nível de agressão, o Samoieda não é um bom cão de guarda. Contudo a sua elevada tendência para ladrar faz desta raça uma ótima escolha para cão de alerta.

Apesar de ladrar a estranhos, o Samoieda recebe-os com alegria. É um cão bastante sociável, mesmo com outros animais, cães e pessoas. Brincalhões, são boas companhias para crianças.

O Samoieda é um bom cão de família, mas não tolera a solidão. A sua necessidade de companhia e afeto é constante e se deixar o animal sozinho em casa, este tende a desenvolver comportamentos destrutivos, tais como escavar e roer.

O caráter persistente e resistente do Samoieda faz com que seja ainda hoje utilizado por alguns exploradores nas suas incursões pelo mundo gelado do Antártico. Teimosos, são difíceis de treinar e aprendem mais facilmente a puxar o trenó do que a andar de trela. Contudo, com persistência, a necessidade que esses cães têm de agradar ao dono faz com que eles realizem o que lhes for ensinado.

br.viarural.com > animais > raças de cães >

RAÇAS DE CÃES

AGRICULTURA CONSTRUÇÃO E PECUÁRIA NO BRASIL