APA DO RIO IRAÍ
 
AREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL DO RIO IRAÍ
 

< Campina Grande do Sul  -  Colombo  -  Piraquara  -  Pinhais  -  Quatro Barras >
Instituto Ambiental do Paraná
Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos
Rua Desembargador Motta 3384  -  Curitiba

Localizada na porção nordeste da Região Metropolitana de Curitiba e contendo uma área de 11.536 hectares, a APA foi criada com o objetivo de proteger e conservar a “qualidade ambiental dos sistemas naturais ali existentes, em especial a qualidade e quantidade de água para fins de abastecimento público".

APA do Iraí é formada pelas bacias hidrográficas de quatro rios: Canguiri, Timbu, Cercado e Curralinho. Estes rios formam o Lago Iraí, utilizado como uma das principais fontes de captação de água para o abastecimento de cerca de dois terços da população de Curitiba. Foi justamente devido à formação do reservatório da Barragem do Iraí, que cobre uma extensão de 14,5 km², que se estabeleceu uma nova realidade ambiental na área, devido à alteração de ecossistemas locais, gerando a necessidade de novos instrumentos de gestão ambiental para a APA do Iraí.

De acordo com o Relatório Final do Zoneamento Ecológico Econômico da APA do Iraí, esta região tem como característica "uma grande diversidade paisagística e ambiental, destacando-se a Serra do Mar e os campos de várzea pela sua biodiversidade".

Dentre as ameaças à conservação da natureza da APA do Iraí, está a ocupação humana desordenada e o estabelecimento de indústrias, que interferem na qualidade da água dos rios e são agentes de poluição em potencial de grande parte desta área. A retirada da vegetação natural e alterações espaciais, como a pavimentação de ruas, calçamento e construções, interferem no ciclo hidrológico. Registra-se uma grande quantidade de depósito de dejetos nas margens e no leito dos rios. A água dos cursos fluviais recebe o esgoto gerado nas residências, instaladas mais recentemente, sem ligações com a rede geral de esgoto sanitário. Conseqüentemente, a água dos rios e afluentes que formam o Lago Iraí muitas vezes tem qualidade insatisfatória. Além de prejudicar o abastecimento da água, estes contaminantes são prejudiciais à sobrevivência da fauna e flora local.

O município de Colombo, que possui população de mais de 220 mil habitantes e é um dos maiores municípios do estado em termos populacionais, compreende espaços densamente ocupados por residências e instalações industriais. De acordo com o zoneamento definido em 2000 para a APA do Iraí, Colombo faz parte de zonas definidas para as Áreas de Ocupação Orientada, que são as “áreas comprometidas com processos de parcelamento do solo (loteamentos urbanos), com processos de ocupação urbana; as áreas de transição entre as áreas rural e urbana; as sujeitas à pressão de ocupação, que exijam a intervenção do poder público no sentido de minimizar os efeitos poluidores sobre os mananciais”.

Justamente pelo fato de contemplar cinco municípios e conter grandes áreas urbanizadas ou em processo de ocupação acelerada, a região da APA do Iraí necessita de constantes medidas de proteção ao seu ambiente. Como uma APA não representa um instrumento efetivo para a conservação da natureza, há a necessidade de implementação de Unidades de Conservação de Proteção Integral, onde estão totalmente proibidas a exploração dos recursos naturais e as modificações ambientais, exceto medidas de recuperação de ecossistemas alterados, do equilíbrio natural, da diversidade biológica e dos processos naturais.

br.viarural.com > serviços > áreas de proteção ambiental > Paraná

AGRICULTURA CONSTRUÇÃO E PECUÁRIA NO BRASIL