Floresta Nacional de Tapirapé - Aquiri
 
< Marabá  -  São Félix do Xingu >
Núcleo Urbano Companhia Vale do Rua Doce  -  Parauapebas

Localização
Margem esquerda do rio Itacaiúnas.

Superfície

190.000 hectares.

Bioma
Amazônia 100%

Floresta Ombrófila Aberta 14%
Floresta Ombrófila Densa 86%

Extrativismo
Coleta de Castanhas do Pará para comercialização e caça de subsistência pela comunidade indígena Xicrin do Cateté.
Fiscalização Realizada pelo Ibama auxiliado através de convênio com a CVRD para atividades de proteção e fiscalização nos limites da UC.

Clima
Clima tropical chuvoso com seca de inverno, com precipitações anuais entre 2.000 e 2.400 mm e temperatura mensal sempre acima de 18°C. A região apresenta o período de estiagem com cinco meses consecutivos, de junho a outubro.

Relevo
As rochas da região apresentam-se dobradas em estilos diferentes, falhadas e metamorfizadas em graus variáveis. A seqüência de rochas mais importante da Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri corresponde a uma seqüência clasto-química com Formações Ferríferas Bandadas, a qual abriga os depósitos de Cu-Au-Ag-Mo, denominada Grupo Igarapé Salobo.
O Sinclinório de Carajás é o principal produto desta fase orogênica, e os múltiplos eventos geológicos na região são responsáveis pelas condições que possibilitaram as ocorrências e jazidas de importantes recursos minerais hoje conhecidos nesta área, que convencionou-se denominar Província Mineral de Carajás.

A área da Floresta Nacional do Tapirapé-Aquiri é banhada em toda sua porção oriental pela bacia do rio Itacaiúnas.
Os principais rios que drenam a área compõem a bacia do rio Itacaiúnas, e são: rio Aquiri, rio Cinzento e rio Salobo (bacia com área de 235,52 Km2), cujas nascentes estão situadas nas encostas da Serra dos Carajás, na porção sul da Floresta Nacional e na Serra do Cinzento, ao norte, a uma altitude média de 600 - 650 m.

Flora
A Floresta Nacional do Tapirapé - Aquiri localiza-se na grande Região Amazônica, que tem a maior e mais rica formação florestal do planeta, tanto em extensão como em variedade de espécies vegetais e animais, condicionada pelo clima equatorial úmido. Integrando a porção final de uma região conhecida geormorfológicamente como Serra dos Carajás, caracterizada por relevo formado por topos residuais aplainados e intensamente dissecado por vales encaixados.
A Floresta Nacional do Tapirapé - Aquiri é coberta, em mais da metade de sua área (56%), por uma formação vegetal composta pela associação de Floresta Ombrófila Aberta Submontana (50%) com Palmeiras; Floresta Ombrófila Densa Submontana (30%) e Floresta Ombrófila Aluvial (20%).

br.viarural.com > serviços > florestas nacionais > pará

AGRICULTURA CONSTRUÇÃO E PECUÁRIA NO BRASIL