Parque Estadual Mananciais de Campos do Jordão
 
< Campos do Jordão >
Via Dutra  -  Campos do Jordão
Instituto Florestal
Divisão de Florestas e Estações Experimentais
Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo

A área desse parque é de 503 hectares e possui paisagem, flora e fauna semelhantes às do Parque Estadual de Campos do Jordão, que fica a 17 km de distância.
A altitude dos morros varia de 1.640 a 1.886 m

O Parque Estadual dos Mananciais de Campos do Jordão foi criado em 1993, com o objetivo de proteger as cabeceiras do Córrego do Coutinho e do Ribeirão das Perdizes, que formam o Rio Sapucaí-Guaçu, afluente do Rio Grande. Com as águas dos dois rios foi construída, em 1940, a Represa do Salto, que hoje é responsável por 60% da água consumida na cidade.

O Parque Estadual dos Mananciais de Campos do Jordão, implantado em 1993, tem a função de proteger as fontes de abastecimento de água do município.
O Parque Estadual do Campos do Jordão contribuiu para a preservação das florestas de araucária, que se concentram nos vales e encostas com maior umidade, compondo uma paisagem única.

Mas, por toda a extensão do parque, o visitante poderá observar também o pinheiro brasileiro, ou pinheiro bravo, em cujos troncos se fixam diversas espécies de bromélias, orquídeas e musgos.

A fauna da região registra 178 espécies de aves catalogadas, que correspondem a 30% das aves existentes no Estado de São Paulo e 11% do Brasil, muitas das quais ameaçadas de extinção.

Entre elas, o papagaio-de-peito-roxo, arapuçu-de-bico-torto e a gralha picaça, responsável pela disseminação de sementes de araucária.


papagaio-de-peito-roxo

Entre os mamíferos, o visitante encontrará com facilidade esquilos pelas trilhas, mas a mata também abriga a onça-parda, conhecida como suçuarana, o quati e o mono-carvoeiro, um primata incluído na lista dos animais ameaçados de extinção.

br.viarural.com > serviços > parques estaduais > são paulo

AGRICULTURA CONSTRUÇÃO E PECUÁRIA NO BRASIL